Tag: música

Saudades do que não vivi: Anos 80

Old but Gold

Eu admito, tenho uma alma de velho em um corpo jovem. Tenho também saudades de coisas antigas que não vivi. Me julgue!

Eu nasci em 1987, então digamos que comecei a viver mesmo a partir de 1990, ano das minhas primeiras lembranças. Mas, porém, contudo, todavia, estamos na era da Internet, onde conseguimos acessar informações que antes só ficavam no fundo do baú dos nossos avós, e podemos “viver” parte das antigas experiências musicais, literárias e artísticas.

Estava pulando de vídeo em vídeo no YouTube quando me deparo com uma imagem do cantor Guilherme Arantes (quem tiver por volta dos 20 anos nem vai saber quem é) bem jovem, em 1986, cantando Meu Mundo e Nada Mais, um clássico do tempo que se vendia vinil (chamavam de LP na época) com a trilha sonora nacional e internacional das novelas da Rede Globo.

Desse vídeo fui para o próximo…

E se você assistiu o vídeo acima vai entender o que eu vou dizer: quanta ousadia! Os anos 80 não foram nada ordinários  (tu tu tu tu tu pá!).

A letra da música, o cantor/galã segurando o gatinho, a briga de canivete que vira uma coreografia sensual entre dois homens, os arranjos da música. Podemos dizer tudo, menos que os anos 80 não foram revolucionários.

Saudades dessa vontade de arriscar na música, na moda… em tudo. Até da esperança e da sede de viver que todos tinham em um Brasil recém liberto da ditadura militar.

Saudades do que nao vivi.

Quanto custa ir ao show do seu ídolo?

Alguns podem dizer que ir a um show do seu ídolo internacional custa os olhos da cara, mas eu te digo que não tem preço! Então pra você que está na dúvida se deve desembolsar algumas centenas ou milhares de reais (sim, MILHARES!) pra realizar esse tipo de sonho, eu vou compartilhar um pouco das minhas experiências em shows internacionais.

Até 2012 eu era descrente, era daquelas que achava que nunca ia conseguir viajar pra ver um artista internacional tocar ou que Fortaleza nunca receberia uma turnê mundial de alguma estrela do rock. Tudo mudou quando comecei a namorar um fã incondicional do Pink Floyd e logo depois o Roger Waters, baixista e vocalista da banda, veio ao Brasil com a turnê The Wall, um dos maiores álbuns do rock mundial. A equação da motivação pra ir ao primeiro show internacional estava completa: um clássico do rock + viagem com o namorado + ingresso de presente de um ano de namoro = #PartiuShowDoRogerWaters

29032012170

Eu nem era uma das maiores fãs do Pink Floyd, mas o show foi o espetáculo mais lindo que eu já vi na minha vida. O palco era imenso e cheio de detalhes milimetricamente pensados pra encantar todo mundo que estava lá. A música eu nem preciso dizer nada, não tem nem como definir o The Wall sendo tocado ao vivo. Se eu não era tão fã, virei depois disso! E o terreno estava preparado pra que eu fosse pra o próximo show internacional.

Para a felicidade minha e dos meus amigos, o Dream Theater veio tocar em Fortaleza em 2014. Uma das maiores bandas de metal progressivo, com um dos maiores guitarristas do mundo (John Petrucci <3) e uma das bandas que eu mais ouvia durante a adolescência. Um espetáculo lindo, apesar do som do local do show não ser lá essas maravilhas todas.

Então o David Gilmour, guitarrista e vocalista do Pink Floyd, veio ao Brasil em 2015 e lá fomos nós novamente. Dessa vez  curtimos não um, mas os dois dias de show dele em São Paulo e completamos a missão Pink Floyd nessa vida.

Agora estou aqui na expectativa pra ver o Iron Maiden tocando ao vivo em Fortaleza amanhã. Bem aqui, do lado da minha casa praticamente!

iron maiden book of souls

E você deve estar aí se perguntando: “mas ela não ia falar dos custos?”. Sim, agora se prepare para a facada o orçamento de cada um dos shows.

Roger Waters – The Wall World Tour – Rio de Janeiro
Ingresso: R$600,00 (ganhei de presente)
Passagens de avião: R$500,00 (compradas com 6 meses de antecedência)
Hospedagem: R$700,00 (em hotel 4 estrelas durante 4 dias)
Transporte para o show: R$80,00 (de táxi)
Alimentação e gastos extras: R$400,00
Total: R$2.280,00

Dream Theater – Along for the Ride World Tour – Fortaleza
Ingresso: R$1.500,00/ 10 = R$150,00 (um camarote dividido pra 10 pessoas)
Passagens, hospedagem e transporte: R$0,00 (estava em casa \o/)
Alimentação e gastos extras: R$10,00 (só gastei com água)
Total: R$160,00

David Gilmour – Rattle That Lock World Tour – São Paulo
Ingresso: R$800,00 + R$400 = R$1200,00 (porque foram dois dias de show)
Passagens de avião = R$1200,00 (inflação, minha gente!)
Hospedagem: R$300,00 (Airbnb é vida!)
Transporte pra o show: R$0,00 (me hospedei muito perto e fui a pé)
Alimentação e gastos extras: R$700,00
Total: R$3.400,00

Iron Maiden – The Book of Souls World Tour – Fortaleza
Ingresso: R$340,00
Passagens, hospedagem e transporte: R$0,00 (estou em casa \o/)
Alimentação e gastos extras: R$100,00 (de cervejas e água pra pegar copos da turnê)
Total: R$440,00

Pode parecer caro, mas são experiências pra lembrar e contar pra o resto da vida. Vale muito a pena colocar na ponta do lápis, fazer todas as contas e curtir os seus ídolos. Dizem que eles são eternos, mas ver tocando ao vivo pode ser uma única vez na vida. Aproveite!