Page 3 of 6

Checklist de viagem

Falou em viagem, eu me animo! Viajar está entre as coisas mais prazerosas da vida, né? <3 Depois de decidir o destino, providenciar o combo passagens + hospedagem e planejar o que fazer durante a viagem (se for o caso), começo a pensar no checklist – a preciosa lista do que levar! Pode ser até uma viagem bate-volta, que eu faço a minha listinha do que preciso levar para passar o dia fora. Para viagens maiores, então, nem se fala!

Nesse final de semana, eu e a Carol vamos fazer nossa primeira viagem juntas. Vamos para Jericoacoara, localizada a 300 km de Fortaleza (Ceará) e considerada uma das praias mais belas do mundo em diversas listas – YAY \o/

Eu já fui à JERI uma vez, mas a Carol ainda não conhece o local. Então, estou super empolgada por ela, quase como se eu fosse conhecer pela primeira vez novamente 😀

pedra-furada-jericoacoara

Pedra furada – Cartão postal de Jericoacoara

Como eu faço um checklist

Dias antes da viagem, começo a escrever o que preciso levar na mala. E, no decorrer dos dias, vou lembrando de mais um item ou outro e vou acrescentando. Fazer o checklist ajuda em dois momentos: na partida, para minimizar as chances de esquecer algo que é importante, e no retorno, para conferir se tudo que foi levado está sendo trazido de volta.

O que for possível, já vou deixando organizado na mala: roupas, toalha etc. O que eu costumo usar no dia a dia, deixo pra colocar na véspera: escova de cabelo, escova de dentes, creme dental, carregador etc.

Gosto de separar a lista em grupos de itens, informando o nome do item e a respectiva quantidade, quando necessário. Exemplo de lista:

  • Roupas: 2 biquínis, 1 canga, 1 saia longa, 5 blusas, 2 shorts jeans, 1 vestido, 3 calcinhas, 1 pijama, 1 toalha etc.
  • Calçados: 1 par daquelas sandálias que todo mundo usa (HAHA!), 1 par de rasteirinha.
  • Acessórios: 2 óculos de sol, 1 chapéu, 3 pares de brinco, 1 colar.
  • Maquiagem: BB Cream, blush, rímel, corretivo, demaquilante.
  • Cabelo: xampu, condicionador, creme de pentear, escova, pente, secador.
  • Corpo: protetor solar (corpo e rosto), repelente, hidratante.
  • Outros itens de higiene: sabonete de corpo, sabonete de rosto, sabonete íntimo, creme dental, fio dental, escova de dentes, desodorante, perfume, algodão, cotonetes, curativos adesivos (aquela outra marca famosa, risos!).
  • Remédios: antialérgico, analgésico.
  • Gadgets: celular, carregador, fone de ouvido,  câmera.
  • Documentos: CNH, cartão de crédito (e dilmas!), mapas/informações de passeios.

Eu separo dessa forma, mas você pode criar os grupos da forma que achar melhor. Os itens de cabelo poderiam estar juntos aos de higiene, por exemplo. Para mim, facilita essa divisão em mais grupos menores 🙂

Essa imagem abaixo é um modelo de checklist que ganhei de uma amiga. Ele tem itens de viagem internacional e inclui a lista “to do”, que é bem interessante também! Para quem vai deixar a casa vazia, tem o item “esvaziar o refrigerador”. No meu caso, vou colocar o item “fazer as unhas”.

packing-list

Existem vários modelos de checklist aí pela internet que você pode pegar e fazer as adaptações necessárias para criar o ideal para sua viagem.

Gostaram das dicas? Compartilha com a gente como você se organiza para viajar! Eu já vou aproveitar esse modelo de lista que fiz pro blog e complementar o meu checklist para JERI. Até a próxima 🙂

Joga na rede!Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Quem Disse Berenice: Como não amar?

O que toda mulher que ama maquiagem mais busca conseguir? Muitas cores lindas, variedade para todos os tipos e tons de pele, qualidade e preço acessível. Eis a fórmula do sucesso da Quem Disse, Berenice? (QDB)!

Essa marca ganhou os corações (e bolsos!) das brasileiras já faz alguns anos com lojas e produtos com embalagens pra lá de fofas, uma variedade imensa de cores e acabamentos e um conceito que ganha logo de cara as meninas/mulheres que estão começando a se aventurar na automaquiagem. Pra QDB, você não deve ter medo de errar e misturar cores. Se errou, é só limpar e começar de novo. “Se joga!” é o que tem escrito na bala do batom e combina muito bem com a imagem e a mensagem que a marca quer passar.

Quando descobri que a QDB é uma marca do Grupo Boticário, me senti mais confiante ainda pra experimentar tudo e me joguei mesmo. Essa foto aí embaixo é das primeiras compras que fiz em uma das lojas.

Produtos Quem Disse Berenice

Demaquilante Roseta, batom cremoso Rosax, blush Rosadinha, sombra Marrondito, sombra Clare, pincel blush e lápis de olhos Azuluxo.

O que tenho a dizer sobre eles? Vou dizer o que achei de um por um pra você pensar o que vale mais a pena comprar daí.

Demaquilante Bifásico – Cor Roseta – R$35,90

Ganhei uma amostra do demaquilante bifásico logo na minha primeira compra e gostei bastante. Até já comprei a versão em tamanho normal! Ele vem nas cores azul, laranja, rosa e verde só pra dar um charme ao produto, já que a cor não interfere em nada no mesmo. Ele remove bem a maquiagem à prova d’água dos olhos, porém algumas máscara de cílios muito resistentes podem oferecer uma certa dificuldade pra ele, mas nada que mais um algodão e uma segunda passada desse demaquilante não resolvam.

Batom Cremoso – Cor Rosax – R$25,90

Os batons da QDB têm pigmentação excelente, daquelas que resolvem com uma passada só nos lábios. A textura desse que eu comprei é bem cremosa e tem um cheirinho maravilhoso, um coração desenhado na bala e a frase “Se joga!”. Como não amar? Está entre os melhores batons que eu já usei na vida.

Blush – Cor Rosadinha – R$39,90

O blush também é um produto maravilhoso, com pigmentação excelente, mas confesso que o preço dele me faz não querer comprar novamente. A embalagem não vem com espelho ou aplicador, no entanto os quase R$40,00 me fazem lembrar que outras marcas nacionais têm produtos semelhantes, com embalagens melhores e preços mais baixos.

Sombras – Cores Marrondito e Clare – R$25,90

A imensa variedade de cores das sombras te deixam apaixonada logo ao entrar na loja, mas a qualidade pode mudar um pouco de uma cor para outra. A cor marrondito, por exemplo, é opaca e tem pigmentação ótima e aplicação bem fácil, mas a cor clare, que é um cintilante, esfarela bastante na hora de aplicar. Ainda gosto bastante, mas confesso que me irritei um pouco no começo por ter que sempre limpar abaixo dos olhos depois de aplicar a clare.

Lápis de Olhos – Cor Azuluxo – R$27,90

Esse lápis tem um fundo escuro, quase preto, e glitter azul escuro nele. Confesso que comprei mais pela moda dos lápis com glitter, mas usei bem pouco e sempre esfumando na pálpebra inteira pra deixar aquele brilhinho. A qualidade é ótima, boa pigmentação e muitas partículas de glitter quando você passa. Compraria novamente em outras cores sem glitter com certeza.

Pincel Blush – R$37,90

Esse item eu amei e uso muito sempre! Os pinceis da QDB são de cerdas sintéticas, mas são muito muito muito macios. Não testei os de sombras, mas o de blush eu amei e valeu cada centavo.

Logo depois dessas primeiras comprinhas, a tendência dos batons líquidos com acabamento mate tomou conta de todas as marcas de maquiagem e a QDB arrasou muito na versão deles. Garanti logo as cores que achei mais lindas da coleção!

Batons líquido mate Quem Disse Berenice

Uvali, Vermeli, Rosadili e Rosali.

Batom Líquido Mate – R$31,90

Todas as cores têm a pigmentação excelente e ficam super mate nos lábios. Eles não precisam ser passados correndo, porque secam em um tempo perfeito: nem rápido demais que complique a aplicação e nem lento demais que você precise esperar muito pra não borrar. A durabilidade é excelente também, mas se você beber alguma coisa ele vai sair um pouquinho só no centro dos lábios. Nada que você precise sair correndo pra reaplicar, porque é só um pouco mesmo!

Abaixo, os swatches das cores depois que secam. Lindas demais!

Swatch batons líquidos mate Quem Disse Berenice

Uvali, Vermeli, Rosadili e Rosali.

Todos esses produtos estão disponíveis nas lojas físicas e também no e-commerce da Quem Disse, Berenice?.

E aí, curtiu o post? Comenta aqui os produtos e as cores que você mais amou e o que acha da marca.

Joga na rede!Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Amiga, você sabe quem casou?

O dia começou como outro qualquer: ela tomou banho, arrumou-se, tomou café e foi para o trabalho. É necessário ganhar a vida! Passou a manhã inteira em frente ao computador, almoçou ao meio-dia e voltou para a máquina, onde ficou toda a tarde. A rotina diária é tão repetitiva que chega a ser cansativa, não concorda? Como na música de Chico, “todo dia ela faz tudo sempre igual” e o fim do expediente não a liberta para nada de novo. Há quanto tempo ela vive essa mesma missão diária? Acorda, trabalha, volta para uma noite vazia em casa, dorme, acorda, trabalha…

Já em casa, tira a roupa e toma um banho rápido, só para tirar a fadiga do dia, vai até a geladeira e pega qualquer coisa para comer e liga a TV da sala em qualquer canal, só para passar o tempo. Com o celular em uma das mãos, conecta-se ao Facebook e investiga a timeline para atualizar-se sobre as novidades do mundo e da vida dos amigos. Há quanto tempo ela não sai com nenhuma daquelas pessoas? Já não se ligam e raramente trocam mensagens. Para quê? Está tudo ali naquela pequena tela: quem casou, quem se mudou, quem teve filhos, mudou de trabalho, fez aniversário, saiu para jantar, até quem faleceu…

wallpaper-casamento-16

Mas espera aí! Ela volta um pouco a barra de rolagem. Quem casou!? O Fulano, seu último namorado, exibe as fotos com a esposa. A festa aconteceu no último fim de semana. “Só pode estar grávida”, ela pensa, maliciosa, “começaram a namorar há um ano”! Em quase três anos de namoro com o Fulano, a palavra casamento nunca foi mencionada. Ela começa a se perguntar o porquê.

Não foi só o Fulano que casou, o Sicrano está noivo e o Beltrano há anos mora junto com a namorada. O Facebook acusa que todos os ex-namorados dela estão hoje em relacionamentos sérios. “Qual o problema comigo?”, ela pensa. Manda mensagem para as amigas perguntando “vocês viram quem casou?” e, sim, todas elas já sabiam, mas ninguém ligou ou mandou mensagem dizendo “pensei que você tinha visto”.

Ela deixa imediatamente o celular de lado, desliga a TV e volta para o quarto. Na cama, revira-se a noite inteira. “Qual o problema comigo?”. No outro dia, como em outro qualquer, ela acorda, toma banho, arruma-se, toma café e vai trabalhar. É necessário ganhar a vida!

Joga na rede!Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Cabelo loiro: rotina de tratamento

Na última vez que fiz mechas no cabelo, a quarta descoloração em mais ou menos um ano e meio, perguntei a cabelereira se eu deveria mudar meu xampu. Ela perguntou:

– Por quê? Você usa qualquer um, né?

Né, com toda certeza! Nasci com os cabelos fininhos e ondulados, quase lisos, macios e brilhosos. Sinceramente, nunca me preocupei em trata-los até que um dia resolvi ficar loira. Que tragédia! Não para mim, que me achei muito mais bonita, mas para os pobres fios desamparados sobre a minha cabeça. A cada descoloração, meu cabelo ficava menos saudável e era evidente que eu não poderia continuar comprando qualquer xampu e condicionador na farmácia e apenas rezar para não ficar careca.

Para quem nunca fez nada pela beleza capilar além de usar o pente uma vez por dia, criar o hábito de cuidar do cabelo não foi fácil nem rápido, além de ter afetado meu tempo e meu bolso. Você já deve ter ouvido por aí que “ser loira não é barato”. Para começar, fazer mechas bonitas com uma pessoa confiável custa caro (a não ser que você conheça as pessoas certas!). Depois, vem toda a rotina de cuidados que antes não pareciam necessários. Vou contar um pouquinho aqui sobre o que mudou para mim.

Secar naturalmente

Nunca tive o hábito de usar secador, fazer escova ou chapinha. Meus cabelos secavam ao vento e ficavam uma beleza. Agora, depois de lavá-los, saio do banho com a cabeleira armada tal qual juba de leão assanhado. Pentear e não secar é a receita certa para o desastre (se bem que, por ter o cabelo liso e fino, não fica tão terrível). O jeito foi comprar um secador. Depois, comprei uma escova giratória com vários pentes (salva a minha vida sempre).

escova_mondial

Mas não dá para submeter os fios ao calor sem nenhuma proteção, então comprei um protetor térmico. O primeiro foi da Pantene (juro que não percebi nenhuma diferença com ele). Atualmente, uso o Uniq 1, que, além de protetor térmico, tem outras nove funções (um dia falo mais dele aqui). Uso o de coco, que tem um cheirinho gostoso (juro que não é enjoativo) e estava numa promoção maravilha no Beleza na Web.

Cabelo amarelado

Essa foi uma das minhas primeiras preocupações. Mesmo antes de ficar com os fios amarelos, comprei uma linha desamareladora da Bioextratus (boa e dá para usar em toda lavagem). Depois disso, passei a usar cremes de tratamento desamareladores uma vez por semana (às vezes, 15 dias). No começo, eu comprava, mas tenho uma fada madrinha que me abastece com excelentes produtos: a Glambox (mais uma publicação para o futuro). Assino a caixa de produtos de beleza há algum tempo e amo os produtos que recebo. Cremes de tratamento capilar são meus itens favoritos.

Outro produto que costumo usar para tratar os fios são as ampolas de tratamento da Pantene. Acho que elas são excelentes e tem um ótimo custo-benefício. Para quem não pode investir tanto, esse é um produto que pode substituir cremes mais caros e manter a qualidade.

ampola_pantene

Óleo, muito óleo

Uma das primeiras recomendações que recebi do cabelereiro foi: “use óleo”! O meu maior problema com os fios descoloridos é que eles ficam extremamente ressecados e quebradiços. Além de não poder lavar todos os dias (como eu fazia antigamente) é necessário contribuir com a hidratação dos fios usando óleos reparadores. Já usei o óleo extraordinário, da Elseve e o reparador de pontas da Avon. Hoje, uso dois produtos que vieram na Glambox: um complexo de óleos nutritivos da Natura Plant e o Probentol Derma Hair Spray (que também pode ser usado no corpo).

Xampu e condicionador

Mas e o xampu do começo dessa conversa? Bem, xampu e condicionador foram os últimos itens a serem substituídos na minha rotina. Por ter inserido tantos outros cuidados, achei que trocá-los não seria necessário. Até que um dia olhei pro meu cabelo e me bateu uma tristeza em vê-los tão maltratados. Claro que eles poderiam estar em uma situação pior, mas eu estava acostumada com fios saudáveis, elogiados onde eu fosse. Resolvi trocar o xampu da farmácia por uma linha de uso profissional apropriada para os cuidados dos meus fios. Fui ao Beleza na Web novamente (adoro esse site) e comprei xampu e condicionador Lumino Contrast, da L’Oreal Professional.

kit-loreal-lumino-contrast-profissional-_-2-produtos_

Um xampu para mim, hoje, precisa ter mais do que a missão de higienizar o couro cabeludo, ele precisa contribuir ativamente para a manutenção da beleza e da saúde dos fios.

Brilha la luna

Além de tudo isso que eu citei (se é que não esqueci nada), tomo minhas vitaminas diariamente, afinal, elas também são responsáveis por uma cabeleira saudável, e finalizo tudo com um spray de brilho da OX Vitamins.

E você, quais as suas dicas para um cabelo bonito e saudável?

Joga na rede!Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Férias: quando comprar as passagens

Apesar de estar há menos de seis meses na empresa onde trabalho (emprego novinho em folha e maravilhoso de bom), já comecei a planejar as minhas próximas férias. Não é tão apressado se você considerar que, estivesse eu ainda no trabalho anterior, poderia tirar férias em qualquer período desde janeiro! De um jeito ou de outro, já que quero viajar, planejar com antecedência é mais que recomendado. Isso não significa que eu não posso mudar o roteiro do planejamento (já mudei algumas vezes desde que comecei a pensar a respeito), mas existe um prazo limite para mudar de ideia. Para mim, esse prazo é o dia da compra das passagens.

Minhas férias

Meu plano atual (aquele que ainda pode mudar) é tirar dez dias em fevereiro, logo antes do Carnaval, para curtir linda no Rio de Janeiro (fantasia: pintura corporal, porque vou estar mega gostosa – brinks – falo das fantasias ano que vem). Se eu acreditasse nas companhias aéreas, poderia comprar minhas passagens agora, afinal, quanto mais cedo você compra, mais baratas elas estão. Não! Com tanta antecedência assim (minha viagem será daqui oito meses), as passagens estão mais caras do que em um período mais próximo do voo. Pior que pagar mais caro, seria pagar mais caro e, ainda por cima, ter que lidar com situações como cancelamento, mudança de voos e promoções futuras. Não tenho maturidade emocional pra essas coisas.

rio

Claro que eu também não vou deixar para última hora, primeiramente, porque sou extremamente ansiosa, depois, porque comprar em cima da hora é ainda pior que comprar tão cedo. Não existe promoção de última hora no Brasil e pode preparar os bolsos se precisar comprar uma passagem com urgência. Caro demais!

A dica é:

  • Baixa temporada: compre entre 25 e 40 dias antes do voo.
  • Alta temporada: compre entre 60 e 90 dias antes do voo.
  • Viagens internacionais: vale comprar com o dobro de antecedência, varia de 30 a 120 dias.

47-Passagens-Aereas-promocionaisComo saber se é baixa ou alta temporada? Bem, vale a regra de período de férias escolares, datas comemorativas e feriados em geral para a alta temporada. Mas você sempre pode dar aquela pesquisada no Google, tá!? Aproveita para olhar o clima antes de escolher o período da sua viagem!

No mais, já coloquei meus alertas no aplicativo de busca de voos (uso o Decolar) e dou sempre uma olhada no Melhores Destinos.

Aceito suas sugestões para garantir passagens mais baratas nas minhas próximas férias!

Joga na rede!Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Maquiagens Dior: Uma resenha sincera sobre elas

Quase todas as grandes grifes internacionais têm a sua linha de produtos de beleza e perfumaria hoje em dia. A Dior foi uma das pioneiras, criando o perfume Miss Dior em 1947 para ser o cheiro da maison e o aroma que as clientes levariam em suas roupas e sua pele. Quem diria que Christian Dior já fazia marketing sensorial antes mesmo de o mundo ter total consciência do que era isso?

O tempo passou e a linha de cosméticos, maquiagens e perfumes da Dior só aumentou, com produtos que são desejo e com campanhas publicitárias lindíssimas. Natalie Portman realmente representa o espírito da marca.

Desta vez, é das maquiagens que eu venho falar aqui, com toda sinceridade do mundo sobre qualidade e preço. Será que compensa mesmo?

Como eu já disse aqui no blog em um post anterior, eu amo embalagens bonitas e por isso eu sou a vítima cliente perfeita das maquiagens da Dior. Elas são lindas, especialmente as das coleções lançadas para o Natal, da linha Diorific. Olha só essas embalagens douradas!

Batom e esmalte Diorific

Esmalte Diorific Vernis – Marilyn e batom Diorific Mat – Diva

Da Dior, eu também tenho uma paleta de sombras 5 Couleurs Designer e uma máscara de cílios Dior Addict It Lash, que são de coleções regulares da marca.

Paleta de sombras Dior

Paleta de sombras 5 Couleurs Designer – Nude Pink 508

 

Dior It Lashes

Máscara de cílios Dior Addict It Lash – Black

Agora vamos lá, produto por produto, ver o que vale a pena em cada um desses produtos que eu testei.

Esmalte Diorific Vernis, R$99 

O esmalte da Dior me surpreendeu muito. Eu achava que de esmalte só importava a cor mesmo, mas esse tem um acabamento que parece um gel na unha, bem brilhoso e com a cor muito forte. Uma camada só já resolve, mas eu passo duas pra ficar com a cor bem intensa. A durabilidade é outro ponto muito positivo, durou uma semana inteira sem descascar. É óbvio que existem marcas muito mais baratas e com a qualidade semelhante, por isso não compraria novamente um esmalte da Dior, mas ele despertou em mim a vontade de procurar marcas melhores de esmalte, fugindo do padrão de só usar esmaltes encontrados em farmácias que eu tinha antes.

Batom Diorific Mat, R$155

Os batons da linha Diorific são lançados só no Natal e são os únicos (até o momento) com acabamento mate da Dior. Apesar de ser opaco, ele não é seco demais ao ponto de ficar difícil de deslizar a bala do batom pelos lábios, mas tem a pigmentação maravilhosa e a durabilidade incrível, daqueles que vão saindo dos lábios, mas deixando uma cor ainda assim. O cheiro também é muito bom! Dos dois produtos da linha Diorific, o batom é o único que eu compraria novamente porque, além de ser de coleção limitada e dar muita vontade de colecionar essas embalagens maravilhosas, ainda tem sempre uma cor super especial lançada todo ano.

Paleta de sombras 5 Couleurs Designer, R$289

Essa paleta eu comprei em uma promoção, estava menos de R$200, mas o valor normal dela é por volta dos R$300 e foi de longe o produto que menos valeu a pena. Existem marcas nacionais com a mesma qualidade e a preços infinitamente menores. A pigmentação é mediana e a fixação também. Só a embalagem que é bem bonita, com uma  capinha de veludo cobrindo a caixinha. As cores não têm nada de especial, podendo ser encontradas facilmente em outras marcas.

Máscara de cílios Dior Addict It Lash, R$149

Essa máscara de cílios da Dior é maravilhosa. O aplicador dela é daqueles durinhos e que deixa os cílios bem separadinhos, parecendo cílios de boneca. A embalagem, sem dúvidas, é muito bonita e veda perfeitamente a máscara, fazendo ela manter a consistência original por muito mais tempo. A fórmula é mais alongadora do que de volume e cumpre muito bem o que promete, mas eu também não compraria novamente, pois existem marcas muito mais baratas que têm o mesmo efeito nos cílios.

Depois da minha experiência com esses quatro produtos da Dior, eu diria que são maquiagens de alta qualidade, mas que podemos encontrar marcas nacionais e até internacionais com qualidade semelhante ou superior e preços menores. Ainda não testei as bases da Dior, mas pelas resenhas que já li em outros blogs, elas parecem ser os itens de maquiagem que mais valem a pena pagar um preço mais alto.

E você, o que acha das maquiagens com assinatura de grandes maisons de alta costura? Comenta aqui pra a gente bater um papo. ;D

Joga na rede!Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Gretchen: A Rainha dos GIFs animados

Acho que todo brasileiro nascido nos anos 80 e 90 conhece a Gretchen, a eterna rainha do bumbum (ou do rebolado), aquela que dia sim e outro também estava nos programas de televisão cantando Conga, Conga, Conga.  Para quem não conhece, dá uma olhadinha no YouTube.

gretchen-sorrindo

Acontece que 30 anos se passaram, a Gretchen deu uma sumida nos anos 2000, houve boatos de que ela estava na pior trabalhando como garçonete nos Estados Unidos e fazendo shows em circos pelo Brasil, mas agora ela está de volta. Participando de reality shows, a rainha do rebolado presenteou a Internet com cenas que viraram GIFs animados hilários, que se encaixam em praticamente qualquer situação.

Tem até uma das Três Garotas na Calçada (que eu não vou dizer quem é kkkk!) que usa GIFs da Gretchen o tempo inteiro nas conversas com amigos.

Mas vamos ao que interessa: o TOP 10 melhores GIFS da Gretchen pra você se divertir e usar nas suas redes sociais.

1. Gretchen saindo poderosa dA Fazenda

gretchen-fazenda

 

2. Gretchen tocando um foda-se

ItWRrY

3. Gretchen em: O Beijo

gretchen-beijo

4. Gretchen deixando até o Van Damme animadão

Gretchen e Van Damme

5. Gretchen escutando um pedido de ajuda

gretchen-fofoca

6. Gretchen arrasando

Gretchen arrasando

7. Gretchen arrasada

Gretchen arrasada

8. Gretchen trollando a galera com o novo visual

gretchen-pegou-voce

9. Gretchen depois de ver… digamos… algo bom

03017e56-cd9e-47af-9d30-3f45c425c9a4

10. Gretchen divando no gloss

gretchen-divando-gloss

Divirta-se com a nossa rainha do bumbum!

Joga na rede!Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Bendito Canvas

Estava eu escrevendo um texto sobre o bendito Canvas para o meu trabalho e pensei: por que não compartilhar um pouquinho aqui no blog? Então, aqui estamos! Depois de mais de uma década crescendo, o número de mulheres empreendedoras finalmente se equiparou ao número de homens¹. Seja por ter menos oportunidades no mercado ou buscar uma maior flexibilidade de horários para conciliar a vida profissional com a pessoal, o fato é que nós estamos conseguindo estabelecer o nosso espaço no mercado de trabalho. E, para quem ainda não começou ou precisa de uma força para alavancar o próprio negócio ou a carreira, a utilização do Canvas é uma ótima dica. Homens, a dica vale para vocês também 😉

Você conhece o Business Model Canvas?

O Quadro de Modelo de Negócios, em português, é uma ferramenta idealizada para organizar, de forma simples e didática, o modelo de negócio de uma organização. Tudo em apenas uma folhinha de papel!

Essa ferramenta foi desenvolvida e descrita por Alexander Osterwalder & Yves Pigneur, com cocriação de uma “impressionante multidão de 470 profissionais de 45 países”, como está posto na própria capa do livro Business Model Generation – BMG (2010), Inovação em Modelos de Negócios em português. A partir do Canvas, os empresários e empreendedores podem enxergar com mais clareza como o seu negócio cria, entrega e captura valor.

O quadro é constituído por nove campos e a ordem lógica sugerida para a sua construção é esta:

  1. Segmentos de clientes
    Quem são os seus grupos de consumidores? Para quem você está criando valor?
  2. Proposta de valor
    Que valor(es) entregamos para satisfazer os desejos e necessidades dos clientes? Preço, desempenho, usabilidade?
  3. Canais
    Quais os canais de comunicação, distribuição e vendas?
  4. Relacionamento com os clientes
    Quais as estratégias de relacionamento para cada segmento de clientes?
  5. Fontes de receita
    Por quais valores os clientes estão dispostos a pagar? Quanto pagam, como pagam?
  6. Recursos principais
    Que recursos exigem a proposta de valor, os canais e o relacionamento com os clientes?
  7. Atividades-chave
    Que ações a proposta de valor, os canais e o relacionamento com os clientes requerem para levar a empresa ao sucesso?
  8. Parcerias principais
    Quais são os parceiros e fornecedores estratégicos para o sucesso da empresa?
  9. Estrutura de custo
    Quais são os custos fixos e variáveis mais importantes para o funcionamento da empresa?

Estas são apenas algumas das perguntas que podem direcionar o preenchimento do quadro. Olha a cara do Canvas aqui:

“Mas eu não tenho um negócio próprio para aplicar o Canvas e nem posso aplicar na empresa para a qual trabalho. Pra quê isso vai me servir?” Se você não pensa em abrir um negócio nem em um futuro tão-tão distante, ainda assim o Canvas pode ser útil pra você!

Em 2012, Tim Clark, com a colaboração de Alexander Osterwalder & Yves Pigneur e baseado no livro deles, publicou o livro Business Model You – BMY. Em português: O Modelo de Negócios Pessoal.

No Canvas Pessoal, você é o negócio! 

Um modelo de negócio pessoal é a lógica pela qual um indivíduo cria e fornece algo de valor para os clientes – e é pago por isso. Ele segue a mesma estrutura do BMG, porém as perguntas são readequadas para o novo propósito: satisfazer o meu, o seu, o nosso próprio desejo de auxiliar pessoas e ser recompensado por isso. Em função disso, a ordem lógica sugerida do preenchimento muda para:

  1. Recursos
    Quem é você e o que você tem?
  2. Atividades
    O que você faz?
  3. Clientes
    Quem você auxilia?
  4. Proposição de valor
    Como você auxilia seus clientes? Que benefícios e valores oferece a eles?
  5. Canais
    Como acontece a interação com os clientes? Como ou onde você entrega o seu serviço?
  6. Relacionamento
    Como você interage com seus clientes?
  7. Parcerias principais
    Quem oferece apoio na realização do seu trabalho?
  8. Fontes de receita
    O que você ganha (renda, benefícios tangíveis e intangíveis)?
  9. Estrutura de custos
    O que você oferece (tempo, energia, dinheiro) e que despesas tem para realizar seu trabalho?

Depois de montado o seu Canvas, você vai conseguir ter uma visão sistêmica do seu perfil profissional, facilitando a sua autogestão de competências técnicas e características comportamentais para trilhar a sua carreira.

Tanto para o BMG quando para o BMY, vale a definição de um período para uma avaliação do desempenho e implantação de correções, melhorias e atualizações necessárias para a sua contínua evolução.

DICAS

  • Imprima o quadro na maior folha que puder, facilitando a sua visualização
  • Utilize post its coloridos para te ajudar na organização das ideias

 

canvas-post-its

Então, mãos à obra? 🙂

¹Saiba mais sobre o empreendedorismo feminino em:
http://www.empreendedorismorosa.com.br/nossa-historia/
http://exame.abril.com.br/pme/noticias/empreendedorismo-feminino-aumenta-mais-de-20

http://www.brasil.gov.br/cidadania-e-justica/2015/03/brasileiras-apostam-no-empreendedorismo-para-vencer-no-mundo-dos-negocios

Joga na rede!Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Os 5 vídeos que mais me fizeram rir – Escolhas da Lahisla

Os vídeos virais são das coisas que fazem a Internet ser a melhor invenção da humanidade! Eu amava tanto o YouTube lá pelo ano de 2006, que comecei a estudar cibercultura e mídias digitais na faculdade por causa do meu amor por essa plataforma de vídeos. De lá pra cá, a coisa só piorou (ou melhorou!) e o volume de vídeos aumentou tanto que praticamente toda semana tem algum vídeo que tira o meu ar de tanto dar risada.

Esse post é só pra celebrar essas pérolas da Internet, por isso eu não vou enrolar e vou direto para o meu top 5 vídeos que mais me fizeram rir na vida.

5. Para Nossa Alegria

4. King Size do Rio de Janeiro

3. Thriller Indiano – Golimar

2. Eu quero saber, quem é que transa? – Chico Bioca

1. O Rei do Elogio

Essa lista muda o tempo todo, mas esses são os que eu mais lembro nesse momento. E você, quais vídeos mais te fizeram rir?

Joga na rede!Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Protetor solar, tem que usar!

Deixar de usar protetor solar todos os dias é um dos pecados de beleza mais cometidos. Confesso que só comecei a usar religiosamente quando percebi as primeiras manchinhas de sol e, mais ainda, quando finalmente encontrei protetores com textura seca.

Até os meus 25 anos, eu tentava pechinchar e só comprava protetores solares baratinhos, daquelas marcas que vendem no supermercado. Era aí que morava o meu grande problema! Os baratinhos, por mais que digam ser oil free e com textura “sequinha”, são oleosos, com uma textura mais grossa e deixam a pele do rosto melecada, sendo mais recomendados para o corpo e para aquele dia de sol na praia ou na piscina.

Para o rosto, é preciso investir mais dinheiro em protetores específicos para essa área, que são mais caros, mas têm textura realmente seca. Mesmo assim, é bom gastar também um tempinho a mais pesquisando quais são os melhores do mercado e os mais indicados para o seu tipo de pele. Por isso resolvi compartilhar a minha experiência com os que já usei. A minha pele é mista, daquelas bem oleosas na testa e no nariz, mas normal a seca nas bochechas. Então vamos lá, em ordem de preferência!

1. Anthelios Airlicium, da La Roche-Posay – R$69,90

anthelios-airlicium-la-roche-posayO Anthelios teve a fórmula renovada recentemente e, ao contrário da anterior, está realmente com uma textura sequinha na pele, mas o suficiente para não esfarelar quando seca completamente. Ele tem água termal da La Roche-Posay na composição, o que ajuda bastante a pele sensível, como a minha é. Esse protetor também é fácil de espalhar, até por ser um gel creme, e seca rápido, mas com tempo suficiente para você espalhar pelo rosto inteiro. O cheiro é um pouco marcante no começo, mas logo passa e você não fica sentindo cheiro de protetor por muito tempo. Vale a pena demais!

2. Minesol Oil Control, da ROC – R$79,90

minesol-oil-control-roc

Esse protetor foi o primeiro que eu amei e graças a ele eu adquiri o hábito de usar protetor solar todo santo dia. Ele é um gel creme muito sequinho e bem fácil de espalhar. O cheiro também é bem discreto, o que me deixou ainda mais apaixonada por ele, porque odeio ficar sentindo o cheiro do protetor depois que passo. Além disso, ele deixa a minha pele com uma aparência aveludada, como se eu tivesse passado um pó no rosto. Amo! Se eu tiver que apontar um defeito (já que nada é perfeito, infelizmente!), eu diria que ele esfarela um pouco se você esfregar a pele depois que ele seca.

3. Eau Thermale Avène Toque Seco – R$89,90

eau-thermale-avene-toque-sexo

O protetor solar da Avène tem água termal na composição, o que é uma maravilha para peles como a minha, que são mistas e sensíveis. A textura também é seca, mas o cheiro não é dos melhores. Sabe aqueles protetores que têm um cheiro um pouco forte, que você passa e fica uma hora sentindo o cheiro? Pois esse protetor é desses e, por isso, eu não gosto tanto dele. Mas, ainda assim, é um excelente protetor solar para o rosto.

O importante quando falamos de protetor solar é pesquisar e testar vários até achar aquele que mais se adapta à sua pele. Só não vale sair por aí desprotegida, pois o sol cria manchas na nossa pele e causa envelhecimento precoce. Quem quer ficar jovem por mais tempo, cola nessa ideia!

Joga na rede!Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone
« Older posts Newer posts »