Month: agosto 2016

Processo Ruiva

Quem me conhece sabe que adoro mudar meu cabelo. E quem já me conhecia em meados de 2011/2012 sabe que fui ruiva nessa época. Mas, na verdade, eu não gostei do tom de ruivo que ficou (nem lembro a numeração e marca) e acabei voltando pro castanho e depois para as mechas loiras que usava antes. Pra quem não conhece ou não lembra, a prova do crime está logo abaixo.

Ruivo vermelhón [2012]

Ruivo vermelhón [2012]

Ano passado [2015], eu desisti das mechas loiras no cabelo todo, pintei de um tom de castanho similar ao meu natural e depois acabei tentando fazer umas mechas mais discretas só nas pontas. As mechas deveriam ficar num tom de caramelo, mas abriram bastante depois de alguns meses.

Ô coisa difícil é um cabeleireiro acertar a cor que eu quero! [Momento desabafo, colegas!]

Pois bem… Nesse ano [2016], resolvi tentar ser ruiva mais uma vez. Agora com mais pesquisa e mais conhecimento de causa, mas ainda longe de ser uma especialista no assunto, óbvio. Depois de ler alguns blogs de ruivas, descobri que ir do loiro (mesmo que apenas mechas) para o ruivo exige certa paciência.

Primeiro, é preciso fazer o que é chamado de correção de cor (a outra opção seria descolorir o cabelo todo – sem chance, por enquanto), para tirar o máximo possível de loiro que, no meu caso, ainda estava nas pontas dos cabelos. Então a primeira pintura ficou quase um castanho mesmo, com as pontas mais escuras por conta da correção. Mas o loiro é danado e não some assim tão fácil. Essa primeira pintura que fiz foi com a cor 7.3 (ou 7.4) da marca Matrix, disponível no salão que fui (fiquei com tanta dúvida entre as duas na hora, que nem lembro mais a cor exata, mas são bem próximas).

cartela-de-coloracao-de-cabelo-socolor-beauty-matrix

Cartela de cores da Matrix. [Clique para ampliar.]

Logo depois, vi uma ruiva DIVA na academia. Engoli a vergonha (e o medo de ser tratada com antipatia, porque não é toda mulher que conta seus “segredos” de beleza de bom grado) e fui lá falar com ela porque – sim – o cabelo dela é um ruivo maravilindo. <3 Contei pra ela a minha saga capilar resumidamente e perguntei que numeração/marca de cor ela usava. E ela não só me respondeu, como foi a pessoa mais fofa do mundo me dando a dica de onde comprar. Ela ainda me deu o número dela, ficando à disposição para conversar mais sobre o assunto e trocamos algumas figurinhas por mensagens!

Ela usa as cores 9.43 + 8.4 da Keune, com água de 30 volumes. Mas, quando fui lá no local indicado comprar, não tinha a 8.4 – QUÉN! Então, comprei as cores 9.43 + 7.43. A moça da loja também me indicou comprar a água de 20 volumes, para não agredir tanto o cabelo, na embalagem de 1L, que sai beeeeem mais em conta e não precisa ficar comprando vidrinho pequeno todo mês.

cartela-de-coloracao-de-cabelo-keune

Cartela de cores Keune. [Clique para ampliar.]

cores-e-agua-keune

Minhas comprinhas Keune: água 20 vol. 1L e tintas 9.43 e 7.43.

Como comprei as duas cores para misturar, elas renderam duas aplicações. A primeira aplicação da Keune foi mais ou menos 30 dias depois da aplicação da Matrix. A cor abriu um pouco, mas, com o passar dos dias, o maRvado do loiro continuou aparecendo um pouco nas pontas (que continuaram mais escuras que o topo do cabelo), ainda que mais discretamente. Contra a luz dava pra notar mais!

Como meu cabelo não cresceu tanto em 30 dias, resolvi esperar cerca de 45 dias para pintar novamente. Nessa nova aplicação da Keune, a cor abriu ainda mais e as pontas do cabelo estão começando a ficar com a mesma cor do topo – YAY! \o/ Vejam o progresso:

processo-ruivo-zilma

Matrix 7.3 ou 7.4 >> Keune 9.43 + 7.43 1ª aplicação >> Keune 9.43 + 7.43 2ª aplicação.

PRÓXIMOS PASSOS

Para a próxima pintura, precisarei comprar tintas. Espero que tenha a 8.4 pra comprar com a 9.43, porque eu ainda quero abrir um pouco mais a cor! #oremos

Volto aqui pra contar pra vocês os novos resultados. 😀

DICA

Pra finalizar, uma coisa muito bacana que achei nas minhas pesquisas foi a tabela abaixo, super didática, que ensina como escolher a cor pelo número de base (que vem antes do ponto) e o que vem depois do ponto. Assim, fica muito mais fácil você acertar.

tabela-nuances-cosbel

Quando a tinta é 9.43, por exemplo, significa que ela tem reflexos acobreados dourados. O primeiro número, no caso o 4, indica a nuance mais presente. Babado, né?

É isso, gente! O que acharam do meu ruivo e das dicas? Me contem tudo e, se tiverem mais dicas, mandem também. Vou adorar <3

O ex enviou uma solicitação de amizade

girl_dream_with_exAcordou com uma sensação estranha no estômago, sem saber se tivera um sonho ou um pesadelo. “Pesadelo, claro! Desde quando sonhar com o ex é uma coisa boa?”, pensou. Pouco depois, à mesa do café, a mãe pergunta:

– Vem cá, e o Fulano, como está? Nunca mais soube dele!

Claro que a mãe não ouvira mais falar dele, afinal, quem fica por aí falando sobre o ex? Ela é que não! Pegou a bolsa, os livros, o caderno, e foi para a faculdade. Mais uma aula da disciplina mais exaustiva do semestre. “Aqui eu vou me concentrar”. Mas o pensamento vagou mais uma vez até aquela estranha coincidência. Primeiro o sonho, depois o repentino interesse da mãe. “E agora, qual o próximo sinal?”.

cellphone-with-heart-notification

Na tela do celular, uma notificação: Fulano enviou uma solicitação de amizade.

 

“Ok, só pode ser uma conspiração!”. Eles já não se falavam há quase um ano e agora isso? Mesmo durante a aula, desbloqueia o telefone sem nenhuma cerimônia, clica no perfil dele e navega devagar pela timeline. “Quem é essa pessoa? Como ele estará agora?”. Para ela, já não passa de um estranho. “Será que ele mudou? Será que casou? Por que me adicionou exatamente hoje, quando tudo já me fizera lembrar dele?”.

A sensação estranha voltou à boca do estômago. Na solicitação de amizade, clicou em aceitar. “É apenas uma rede social e tudo que aconteceu já passou há tanto tempo”…

cellphone-with-heart-notification

Na tela do celular, outra notificação: – Oi!

 

Uma única palavra, uma sílaba, foi o suficiente para que aquela sensação inexplicável se transformasse em um vulcão, queimando-a toda por dentro, avassalador. Por um momento, lembrou das conversas na madrugada, dos beijos, das noites que passaram juntos. Lembrou também das lágrimas que chorou escondida, das noites sem dormir, das palavras ignoradas, da solidão.

Pensou no vulcão dentro do peito e na terrível sensação na boca do estômago. “Tudo isso vai passar, é uma questão de tempo”, ela sabia. “Mas isso ainda não passou”.

De volta ao perfil dele, clicou em bloquear.

Corretivo e base Fit Me da Maybelline: Exemplo de produto BBB

Finalmente dei uma pausa no Pokémon Go para testar produtos novos e contar aqui no blog o que achei deles. Dessa vez foram produtos de pele: a base e o corretivo Fit Me da Maybelline.

Gretchen Pokémon Go

Para começar, os produtos de pele da Maybelline são baratinhos (graças a Deus!) e eu pude comprar as duas cores de base que me deixaram em dúvida sobre qual levar pra casa. Na farmácia tinha o testador, mas mesmo assim eu fiquei na dúvida porque a luz do ambiente também influencia nessa escolha e o tom mais amarelado parecia ficar melhor na minha pele, mas como  eu tenho um histórico de os tons rosados sempre ficarem melhor, resolvi levar os dois.

Os tons que comprei foram o 10 do corretivo, o 100 e o 110 da base. Como o corretivo só tem três tons (claro 10, médio 20 e escuro 30), não tive dúvidas de que para mim seria o mais claro. Já as bases (100 claro sutil e 110 claro real) não são uma mais escura que a outra, elas mudam apenas o subtom, que na primeira é amarelado e na segunda é rosado. Com os três itens comprados, parti para o teste valendo no espelho de casa e na luz branca (aquela que entrega todas as suas manchinhas e poros aparentes).

Base e corretivo Fit Me da Maybelline

Corretivo Fit Me cor 10 – Claro, base Fit Me cor 100 – Claro Sutil e base Fit Me cor 110 – Claro Real

Hora da verdade!

Corretivo Fit Me – Cor 10 – R$22,99

O corretivo Fit Me na cor 10 ficou bom no meu rosto. Ele tem um subtom amarelado, mas a cor se adaptou perfeitamente ao meu tom de pele. Como não tenho muita olheira, ele conseguiu cobrir bem mesmo tendo uma cobertura leve. Talvez para quem tem muita olheira, ele não vai fazer muita diferença, mas para mim funcionou perfeitamente. Outro ponto positivo é a textura, que espalha bem e fica sequinho, sem acumular nas linhas que eu tenho abaixo dos olhos.

Base Fit Me – Cores 100 e 110 – R$30,99 cada

Quando testei as duas cores em casa, naquele esquema de colocar uma cor diferente de cada lado do rosto, percebi que as duas ficaram um pouco escuras pra mim. Eu uso a cor NW15 da M.A.C, a mais clara e com subtom rosado, então já estou acostumada com esse problema das marcas nacionais não terem cores que sejam exatamente do meu tom, mas essas da Maybelline ainda são usáveis pra mim se eu misturar com outra base matte mais clara ou passar um corretivo mais claro em alguns pontos estratégicos do rosto.

Das duas cores, a 110 ficou um pouco melhor pra mim, então alguém ganhará a 100 que eu não pretendo usar.

Swatches bases e corretivo Fit Me da Maybelline

Swatches de cima para baixo: Base Fit Me cor 100, base Fit Me cor 110 e corretivo Fit Me cor 10

Quanto à textura, as bases Fit Me são líquidas e bem leves, fáceis de espalhar com as mãos e ficam sequinhas na pele. Elas têm efeito matte e a cobertura é leve. Não têm proteção solar, então se for usar durante o dia, passe um protetor antes da base ou finalize com um pó que tenha FPS.

No fim das contas, eu amei o corretivo e pretendo comprar novamente quando ele acabar, pois é baratinho, a cor ficou boa e a textura é ótima. Já as bases eu não pretendo comprar novamente só por causa da cor que ficou escura pra mim, mas os produtos da linha Fit Me são exemplo de produtos de maquiagem bons, bonitos e baratos.

Se você já testou os produtos da linha Fit Me, conta aqui pra gente nos comentários!