7 lições que aprendi em 7 anos de trabalho

trabalho-em-equipe

Em 2016 eu completo 7 anos de trabalho e já posso compartilhar algumas lições que aprendi nesse tempo. Se você também já tem um tempo bom de profissão, pode se identificar com algumas dessas situações. Caso você esteja começando, leia tudo e tente aprender com os erros dos outros porque essa é a forma menos dolorida de aprender qualquer coisa nessa vida. Vamos lá!

1. Mesmo trabalhando para os outros, você é um empreendedor

Qualquer pessoa que esteja trabalhando em uma empresa privada não pode se considerar um simples funcionário, daquele tipo que está ali só fazendo o que lhe foi demandado. Além de você estar correndo o risco de perder seu emprego para qualquer um que simplesmente faça dois dedinhos a mais pela empresa, você ainda faz um trabalho pior por não se interessar pelo negócio em que você trabalha e conhecer pouco sobre ele. Quem tem uma postura de empreendedor, que busca saber mais sobre a empresa e sobre o mercado dela, entender como pode ajudar aquele negócio a crescer e de fato tenta se melhorar para isso, acaba se tornando mais necessário para a empresa. Portanto, tente se enxergar menos como funcionário e mais como empreendedor, como um consultor da empresa em que você trabalha e você se tornará um profissional melhor.

im-the-boss-gif-morgan-freeman

2. Aprender algo novo com frequência é essencial

Os comportamentos e as tecnologias estão mudando rápido e você não pode mais se dar ao luxo de fazer mais do mesmo. Vá nessa e você perderá o seu emprego em pouco tempo ou os seus clientes levarão o dinheiro para a concorrência em um piscar de olhos! Quando algo novo começa a ser falado, mesmo como uma realidade distante ainda, já comece a pesquisar sobre o assunto e tentar aprender, pois quando menos se espera, a inovação já chegou tomando o lugar daquilo que você faz hoje.

aprender

3. Vai ter gente te atrapalhando pelo caminho

Ah, o ser humano… Esse bichinho que quer ter muito fazendo pouco! Encontrei alguns desses que estavam dispostos a atrapalhar a minha caminhada. Uma hora ou outra você encontrará alguém que não quer você por perto ou que quer tomar crédito pelo seu trabalho. Então não pense que você é inteligente, tem um diploma e por isso vai ser fácil. Você sempre estará andando em um tapete sendo puxado dos dois lados e tem que ter equilíbrio pra se manter em cima, como nessa brincadeira do programa do Silvio Santos nos anos 90.

4. Cair na zona de conforto (e estagnação) é muito fácil

Em algum momento você se vê em uma empresa ou setor que te deixa confortável. Você está fazendo o que sabe fazer de melhor, está ganhando um salário que te deixa satisfeito no momento e assim os dias vão passando, os anos vão passando e você não vê as mudanças chegando. Um belo dia você se dará conta de que está desatualizado do mercado e precisa levantar a bunda e sair correndo a maratona de São Silvestre pra ontem. E eu te garanto que isso não é bom! Portanto, procure novos desafios de vez em quando, nem que seja realizando um trabalho paralelo no seu tempo livre, criando um pequeno negócio com um amigo ou sempre fazendo cursos novos pra estar em contato com novas pessoas e ideias.

lazy_cat

5. Não confie os seus sonhos profissionais inteiramente ao negócio dos outros

Se você tem um sonho profissional, se quer crescer em uma determinada área e fazer sempre melhor o seu trabalho, não fique esperando que a empresa que você trabalha se alinhe com o seu sonho. Os melhores profissionais têm esse pensamento de ver a empresa crescer graças ao seu trabalho, mas nem sempre o dono e o funcionário acreditam na mesma estratégia de crescimento ou têm os mesmos valores. É bonito acreditar que todos que trabalham no mesmo negócio compartilham os mesmos valores, mas na prática isso não é 100% verdade. Se isso acontece com você, se planeje para mudar logo de empresa ou abra o seu próprio negócio.

tumblr_lnruuly6eQ1qakh43o1_500

6. Trabalhar com quem sabe mais que você é essencial nos primeiros anos de profissão

Mesmo que a proposta salarial seja boa, não vale a pena desperdiçar os primeiros anos de profissão, aqueles em que você precisa aprender o máximo que puder, trabalhando sozinho, sem ter com quem compartilhar as suas ideias e o conhecimento que você adquiriu estudando. Ter contato com quem sabe mais que você, que pode te orientar e fazer as suas ideias evoluírem e virarem realidade é essencial nesse começo, muito mais do que dinheiro. Se você está sozinho no seu setor, acaba se desmotivando mais facilmente, seus parâmetros de qualidade do próprio trabalho caem e começarão a aparecer os problemas decorrentes da solidão profissional. Vão achar que é você que é preguiçoso, que trabalha mal porque não tem concorrência ou coisas do tipo, mas na verdade você está sofrendo de solidão profissional.

XOn3Clj

7. Trabalhar com pessoas que buscam o melhor faz você se manter motivado

Evite o máximo que puder trabalhar com quem gosta de fazer gambiarra ou se conforma em fazer mais do mesmo. Em pouco tempo os clientes vão perceber que a vida dele não está melhorando com o produto ou serviço que a sua empresa vende para ele, as reclamações vão chegar e você se sentirá desmotivado. Os elogios só chegam para quem faz bem feito! Então preserve o seu nome, pois como eu disse no começo desse post, você tem que se ver como empreendedor e seu nome no mercado é valioso pra o seu sucesso no futuro. Junte-se com quem quer fazer direito, bem feito e sempre buscando o novo. O sucesso estará perto desse tipo de profissional!

say my name

E aí, se identificou com alguma dessas lições? Conta pra nós aqui nos comentários!

Joga na rede!Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

1 Comment

  1. Que máximo! Concordo com todos os pontos e me identifico com alguns. ????

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*